Eventos

Artigo Técnico - Substâncias Húmicas Aumenta o Potencial Produtivo de Cana

Nas últimas décadas, novos conceitos de sistemas de produção agrícola, baseados na conservação do solo, diversificação de culturas, ciclagem de nutrientes, uso sistemático de substâncias húmicas e outras práticas alternativas, têm sido desenvolvidos na tentativa de equilibrar a produtividade com a conservação dos sistemas de produção. Dentre estes conceitos, a matéria orgânica se insere como um dos principais componentes para aumento da qualidade e produtividades dos solos. Conceitualmente, a matéria orgânica consiste em uma mistura de compostos em vários estágios de decomposição, que resultam da degradação biológica de resíduos de plantas e animais e da atividade de microorganismos. Podem ser agrupadas em substâncias húmicas e não húmicas. As substâncias não húmicas apresentam características químicas bem definidas, tais como: polissacarídeos, aminoácidos, açúcares, proteínas e ácidos orgânicos. Já as substâncias húmicas não apresentam características químicas e físicas bem definidas, e se dividem em: ácido húmico, ácido fúlvico e humina, com base nas suas distintas características de solubilidade.
No Brasil, o cultivo da cana-de-açúcar no cenário econômico assume sua importância devido à geração de energia através do uso da biomassa e na produção industrial. Nesse ultimo fator destaca-se a produção de etanol, um concorrente direto dos combustíveis fosseis. Do ponto de vista ambiental, proporciona a mitigação das emissões dos gases de efeito estufa, através da fotossíntese essa planta incorpora o CO2 do ar, devolvendo-o para o solo e proporcionando o aumento do estoque de carbono do mesmo. Uma prática nesse cultivo que vem crescendo a cada ano é a adoção de produtos contendo substâncias húmicas, com intuito de ofertar seus principais benefícios ao solo e a planta: aumento da umidade do solo, maior atividade microbiana, maior mineralização e consequentemente maior disponibilidade de nutrientes.
Nesse sentido, a Kimberlit Agrociências desenvolveu o Exion Vida, fertilizante com micronutrientes, aminoácidos e substâncias húmicas direcionado para aplicação no sulco de plantio das culturas. Favorecendo o desenvolvimento inicial das plantas em virtude de um maior enraizamento (proporcionado pela melhoria estrutural do solo na rizosfera da planta) e maior absorção de nutrientes, consequentemente um stand de plantas e perfilhos mais uniformes e produtivos (Figura 1).

 

Figura 1: Produtividade de cana-de-açúcar (IAC 5000) em função da aplicação de Exion Vida no sulco de plantio, Monte Azul Paulista – SP, 2015.

 

Portanto, a adoção pelo produtor de uma tecnologia que aumente as interações biológicas na rizosfera da cultura da cana-de-açúcar, proporcionado pelas substâncias húmicas, surge como componente chave para o aumento da capacidade produtiva dos solos onde se cultiva essa cultura.

Onde Estamos:
Localizacao

Rod. Assis Chateaubriand, Km 144.5, Olimpia - SP

Nosso telefone:
Atendimento

17 3279-1500

Acompanhe a Kimberlit:
Nosso Facebook Nosso Youtube Nosso Linkedin Nosso Google Plus Nosso Instagram
Kimberlit | Todos os direitos reservados | Agência Prospecta